suporte@lusoaloja.pt | +351 304 500 871 | +351 935 741 691

Windows 10 – Legalização de copias piratas facilitada

w10

 

Com o lançamento do Windows 10, previsto para o próximo Verão.

Começam a ser divulgadas algumas politicas de licenciamento para os utilizadores com versões não legais dos sistemas operativos da Microsoft.

Embora a Microsoft tente e tenha politicas para reduzir as versões “piratas” dos seus sistemas operativos, a verdade é que existem sempre utilizadores que quebram as regras e conseguem contornar as políticas de segurança que impedem a utilização de cópias piratas.

Para ajudar um pouco mais os que querem regularizar esta situação perante a Microsoft, surgirá uma possível oportunidade. A Microsoft e os seus parceiros OEM vão ter preços especiais para quem decidir registar o seu Windows 10 pirata.

Para já o que se sabe é que será possível a atualização para todos os Windows 7, 8 e 81, mas que isso não as irá tornar legais.

Uma novidade surgiu agora neste campo e relata que a Microsoft e os seus parceiros OEM vão praticar preços mais convidativos ao registo do Windows 10 e assim garantir um número ainda maior de utilizadores legais.

Os preços ainda não foram divulgados, mas esta deverá ser a forma mais direta dos utilizadores terem o seu Windows 10 devidamente registado.

Não é a primeira vez que a Microsoft cria uma situação destas e no passado os valores cobrados pelas atualizações foram interessantes para os utilizadores que estavam em incumprimento.

Para que todos os utilizadores do Windows 10, possam saber se a sua cópia está ou não legal, a Microsoft tem planeado a incorporação no sistema operativo de uma ferramenta de deteção e alerta, a alertar será através de uma marca de água que será colocada na imagem de fundo do Ambiente de Trabalho, anunciando assim aos utilizadores que a cópia do Windows que estão a usar não foi registada.

A utilização desta marca de água não é uma novidade no Windows, mas a Microsoft vai passar a tê-la sempre presente, quando não conseguir validar a legítima, contribuindo assim para ajudar os utilizadores a detetarem a instalação de versões sem qualquer registo junto da Microsoft e que se tornam assim piratas.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.